“Os Presidentes” em Castelo de Vide

Em terra de cristãos e judeus a conversa à mesa do restaurante D. Pedro V, onde Luís Mergulhão recebeu “Os Presidentes”, passou muito pela herança judaica que continua a marcar Castelo de Vide, e onde ainda hoje se reflete particularmente na gastronomia local. Mas a convivência não se esgota nos pratos, a Páscoa é um exemplo de mistura de tradições judaica, cristã e pagã.

“Os Presidentes” da Associação Cultural e Desportiva Póvoa de Meadas, da Associação “Burgo Pedestal”, da Sociedade 1º de Dezembro e da Associação Desportiva de Castelo de Vide contaram com a companhia de Carolino Tapadejo, investigador e divulgador da história local, que partilhou com os jornalistas Pedro Pinheiro, Fernando Alves e António Catarino, que contaram com o apoio técnico de Pedro Picoto, para desfiarem muitas histórias da terra onde nasceu Salgueiro Maia e onde casou o primeiro presidente da Assembleia da República após o 25 de Abril. Uma história peculiar sobre uma cerimónia realizada no marco da fronteira entre Espanha e Portugal, ele do lado de lá e ela do lado de cá, com a PIDE a vigiar, a ver se apanhava Vasco da Gama Fernandes.